Estadão

Pazuello: não dá para calcular impacto de fala de presidente sobre cloroquina

Em depoimento à CPI da Covid, o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello voltou a dizer que nunca comprou hidroxicloroquina enquanto estava como titular da pasta. "Não comprei um grama, não fomentei o uso, distribuí o que me foi pedido. Para mim é uma grande discussão médica", afirmou.

O ex-ministro também respondeu que não haveria como calcular se há impacto provocado pelas falas do presidente Jair Bolsonaro sobre o uso do medicamento em pacientes com covid. "Ele coloca sempre, na grande maioria das vezez, com a prescrição do médico, tem um grau aí de prisma na coisa", disse Pazuello, segundo quem as ações do presidente "não mudaram" sua posição na pasta. "Na minha visão, as ações dele não mudaram minha posição, não fiz e não faria e não deixei de fazer", alegou.