Guarulhos

PERSONAGEM – Como a música ajudou André Soul a sair das ruas

André Aparecido de Souza, de 35 anos, já esteve em situação de rua. Através da música encontrou seu caminho e conseguiu dar a volta por cima. Hoje o músico – que tem como nome artístico André Soul – é funcionário público, já participou de programas de calouros e nunca desistiu de seu sonho de ser cantor e compositor.
 
André conta que a musica sempre esteve presente na vida de sua família. “Morava na periferia e quando acabava a energia elétrica meu pai cantava para entreter as crianças”, recorda.  Aos 15 anos, por conta das dificuldades financeiras encaradas pela família, André teve que se mudar para Minas Gerais. Lá descobriu que a música não era só diversão. “Estava passando na rua quando ouvi um coral cantando em uma igreja. Ali eu fiquei e me apaixonei. Nesta igreja aprendi muita técnica vocal”, contou.
 
Três anos após chegar em Minas Gerais, André foi obrigado a voltar para São Paulo. Não aceitando esta situação ele acabou indo morar nas ruas. Esta situação durou cerca de oito meses. “Vivi os piores dias da minha vida na rua. Eu dormia em pedaços de papelão e jornais. Naquela época, eu havia perdido todas as expectativas e a única coisa que me aliviava era a música que corria em minha veia”, conta André.
 
Foi através do amor da família que André conseguiu dar a volta por cima. “Minha família sempre ajudou moralmente pois financeiramente nunca dava”, explicou. André pediu abrigo a um irmão que vivia no bairro Cabuçu, em Guarulhos. “Com o apoio familiar, prestei um concurso público da Prefeitura e passei. Foi uma das melhores coisas que aconteceram depois de tanto sofrimento que vivi”, diz.
 
André começou a estudar música, fez o teste de aptidão musical no Conservatório Municipal de Guarulhos e foi aprovado para estudar violão clássico. Ele começou a participar de concursos, festivais e montou uma banda de MPB. Em todos seus trabalhos procurava referências artísticas da Soul Music, Jazz e Blues.
 
Em 2008 foi selecionado pela produção do Programa Raul Gil para o Programa Jovens Talentos. “Foi uma experiência fantástica”, contou. Seu último trabalho na TV foi em maio de 2015 , no programa Máquina da Fama, apresentado por Patrícia Abravanel, no SBT. “É uma superprodução mesmo. Fiquei encantado com o programa e muito feliz com a oportunidade de participar e mostrar o meu trabalho em rede nacional”, explicou.
 
Assim como muitos artistas da cidade, em 2009 André conheceu o projeto Noites Autorais, desenvolvido em Guarulhos. Inspirado no histórico movimento "Clube Caiubí de Compositores”, o Noites Autorais foi idealizado por Wolf do Vale e Neto Bobillo com o propósito de tornar os artistas da cidade mais conhecidos por seu próprio público. “É um evento que acontece todo mês e faz parte da agenda cultural do município. É uma verdadeira vitrine dos artistas da cidade”, comenta. O cantor já tem 40 composições próprias e pretende apresentar um projeto em Guarulhos.
 
Atualmente, André Souza se apresenta em casamentos, aniversários, coffee breaks, reuniões executivas, restaurantes, entre outros lugares onde é solicitado. Para o futuro ele continua sonhando. “Quero ser feliz e continuar cantando aos quatro cantos do mundo”, encerrou.
 

Comentar

Clique aqui para comentar

Posso ajudar?