Estadão

Presidente da Eletrobras vê cronograma desafiador, mas demonstra confiança

O presidente da Eletrobras, Rodrigo Limp, afirmou que a estatal trabalha com fevereiro de 2022 para realizar a operação de capitalização da empresa, que vai diluir a participação da União. Segundo Limp, o cronograma é desafiador.

"É um cronograma desafiador, mas estamos confiantes na realização da operação. Hoje nosso cronograma é fevereiro de 2022", disse Limp a analistas durante apresentação do resultado do segundo trimestre, quando a Eletrobras lucrou R$ 2,3 bilhões.

O executivo destacou que no segundo trimestre houve a aprovação da Medida Provisória da capitalização e a sanção pelo presidente Jair Bolsonaro.

"No final de agosto o CNPE deve deliberar sobre o valor do bônus de outorga e o aporte na CDE", informou Limp.