Cidades

Protesto organizado por deputado e vereador do PT termina em confronto com a PM

Uma manifestação convocada pelo deputado estadual Alencar (PT) e pelo vereador Rômulo (PT), contra o fechamento da ponte Any, que liga Guarulhos ao Itaim Paulista, terminou em confronto com a PM

Até a rodovia Ayrton Senna chegou a ser fechada pelos manifestantes, entre as 20h30 e 21h30 desta sexta-feira, conforme informou a Ecopistas, concessionária que administra a rodovia. O protesto atravessou para o lado paulistano. O grupo, que se concentrou próximo a Ayrton Senna, a partir das 16h, colocou fogo em objetos bloqueando as vias próximas à estação Itaim Paulista da CPTM, localizada na rua Cordão de São Francisco.

A ponte que liga a Vila Any, em Guarulhos, ao Itaim Paulista, em São Paulo, por cima do Rio Tietê, ainda continua sem prazo para ser reaberta. Moradores da região usam vans ilegais para atravessar a ponte. Os passageiros descem de um lado e fazem integração do outro.

Na quinta-feira, durante sessão na Câmara Municipal, vereadores do PT confirmaram que iriam participar do ato, que teria a liderança de grupos ligados ao deputado estadual Alencar e ao vereador Rômulo Ornelas, curiosamente adversários dentro da sigla.

Em evento realizado na  ACE em dezembro, o secretário de Transporte e Trânsito, Atílio Pereira, admitiu a responsabilidade da Prefeitura em relação à ponte e que a administração petista iria fazer o projeto de estabilização até o final daquele mês. A ponte está fechada para carros há quase dois meses, após apresentar risco de ruir.
 

 

 

Comentar

Clique aqui para comentar