Estadão

Rafael Suzuki ganha 1ª corrida da Stock Car em Curitiba; Átila Abreu leva a 2ª

Rafael Suzuki prometia muita festa ao fazer a primeira pole position em sete anos na Stock Car. E confirmou, ao ganhar a corrida um na etapa de Curitiba, levando a equipe Full Time Bassani ao topo do pódio. Suportou bem a pressão do líder da temporada, Daniel Serra, da Eurofarma, o segundo, e Gabriel Casagrande, da AMattheis Motorsport, que fechou em terceiro. Na segunda prova do dia, Suzuki cruzou no quinto lugar, ganhando o prêmio de piloto do dia, com Átila Abreu cruzando em primeiro após pane seca do então líder Felipe Lapenna, na penúltima volta. Casagrande foi segundo e Dennis Navarro, o terceiro.

Um incidente envolvendo seis carros na largada da prova 1, disputada no anel externo da pista de Curitiba, deixou Felipe Massa fora da corrida. Na frente, os líderes não mudaram de posição. Nem mesmo com safety car na pista e relargada, Rafael Suzuki perdeu a primeira posição. Chamou a atenção o momento em que a porta do carro de Eduardo Barrichello abriu em alta velocidade. Um susto.

Suzuki conseguiu manter a primeira posição, com Daniel Serra em segundo e Gabriel Casagrande em terceiro até a abertura dos boxes. Faltando pouco mais de 13 minutos, a troca obrigatória de ao menos um pneu prometia mexer com a corrida.

Casagrande perdeu segundos preciosos com uma porca presa. Ao mesmo tempo, Tiago Camilo abandonou a prova por problemas mecânicos. Suzuki e Serra trocaram no mesmo momento e saíram lado a lado, com vantagem para o primeiro colocado. Por pouco não perdeu a posição.

Uma volta depois, o líder da temporada fez a ultrapassagem sobre Suzuki. Mas recebeu o troco de imediato. Em briga intensa pelo oitavo lugar, Cacá Bueno acabou jogado para fora da pista.

Com quebra da suspensão, Sérgio Jimenez foi parar na proteção de pneus e obrigou a segunda entrada do safety car na pista. A relargada foi com menos de dois minutos e todos juntos. Mudanças na frente? Nada disso, Suzuki mais uma vez largou bem e comemorou muito sua segunda vitória na categoria, com Serra e Casagrande logo atrás.

Com grid invertido entre os 10 primeiros, Átila Abreu largou na frente na prova 2 em Curitiba, com Caca Bueno em segundo. Felipe Lapenna, com ótima largada, porém, foi logo assumindo a liderança com belas ultrapassagens. Rubens Barrichello subiu para terceiro e Casagrande aparecia em quarto.

Depois de ter problemas na primeira prova e não completar, Tiago Camilo mais uma vez teve de abandonar. Suzuki, em oitavo, tinha sua carenagem toda destruída após ser tocado. Acabou superado por Daniel Serra, que finalmente conseguiu ultrapassá-lo em enorme batalha do dia em Curitiba.

Casagrande, querendo diminuir a diferença para Serra na classificação geral, ultrapassou Átila Abreu antes de ir para os boxes. Após as trocas, Lapenna manteve a liderança. Átila voltou para o segundo lugar e Casagrande despencou para quarto. Barrichello e Guilherme Sallas se tocaram a saíram da pista na briga pelo 5° lugar.

Lappena vinha bem para levar a equipe Hot Car de volta às vitórias após sete anos na Stock Car quando ficou sem combustível na penúltima volta. Átila ganhou pela 17ª vez, com Casagrande na cola. Completou o pódio Dennis Navarro, com Cacá Bueno em quarto e Suzuki de novo na frente de Serra.

Apesar dos bons resultados, Casagrande segue em segundo no geral, mas agora está somente oito pontos atrás do ainda líder Daniel Serra.