Início » Rebeca Andrade busca mais duas medalhas para o Brasil no domingo e segunda-feira 
Esportes

Rebeca Andrade busca mais duas medalhas para o Brasil no domingo e segunda-feira 

A guarulhense Rebeca Andrade, que ganhou a primeira medalha para a ginástica artística do Brasil, com a prata obtida nesta quinta-feira, na disputa geral individual, ainda tem chances de mais duas conquistas nas Olimpíadas de Tóquio, no Japão. A brasileira disputa a final do salto neste domingo, dia 1, a partir das 5h. No mesmo horário, na segunda-feira, ela disputa a final do solo. . 

Rebeca Andrade levou o nome de Guarulhos para o mundo inteiro nesta quinta-feira após a conquista da medalha de prata. Ela começou a treinar aos 4 anos no Ginásio Bonifácio Cardoso, que é da Prefeitura, no bairro de Gopoúva. Logo,  ficou conhecida como a “Daianinha de Guarulhos”, referência à sua ídola Daiane dos Santos. “A Rebeca desde pequena sempre foi muito travessa, tudo que ela fazia era pulando, ela levava muito jeito para a coisa, mas eu não tinha muita noção de como funciona as coisas, onde tinha ginásio”, contou a mãe da ginasta, Rosa Rodrigues, de 51 anos, ao G1.   

Rebeca tem sete irmãos. A família teve dificuldades para manter o sonho da ginasta, mas nunca desistiu. “No começo, eu trabalhava como empregada doméstica, então estava tudo certo. Mas teve uma época que as contas apertaram, e ela teve que parar de treinar por falta de condições financeiras. Mas quando retornou, não parou mais. Ia de ônibus e, quando não tinha dinheiro, ia a pé, mesmo com a distância do local do treino a pé”, contou a mãe de Rebeca.