Estadão

Saudi Aramco reduz quase todos os preços de petróleo a ser vendido em novembro

A Saudi Aramco, estatal petrolífera da Arábia Saudita, reduziu os preços que cobrará por seu petróleo de clientes da Ásia e da Europa em novembro, assim como quase todos os preços para compradores dos EUA.

Com os preços de energia subindo de forma generalizada em meio ao atual aperto na oferta de gás natural, "os preços do petróleo bruto no mercado global e a continuidade de incrementos na produção da Opep+ parecem ter pesado na decisão sobre os preços sauditas, mesmo que a demanda por energia no mercado físico permaneça forte", avalia Warren Patterson, chefe de estratégia para commodities do banco holandês ING.

A Aramco está entre grandes petrolíferas e bancos que preveem que a migração de gás para petróleo levará a demanda global pela commodity a aumentar em centenas de milhares de barris por dia (bpd) nos próximos meses.