Início » Trabalho das mulheres no setor audiovisual é tema de debate em Guarulhos nesta quarta-feira
Variedades

Trabalho das mulheres no setor audiovisual é tema de debate em Guarulhos nesta quarta-feira

Segundo encontro virtual do Festival Filme Possível acontece nesta quarta-feira, às 19h

Acontece nesta quarta-feira, dia 24/02, a partir das 19h, pelo canal do Festival de Cinema FILME POSSÍVEL no Youtube, o segundo encontro virtual do evento, “Realizadoras no Audiovisual”. O debate terá a participação das realizadoras Patrícia Sá, Janaína Reis e Marília Nogueira e pretende tratar sobre os desafios da produção audiovisual independente sob a perspectiva feminina.

“A proposta deste nosso novo encontro é jogar luz sobre os desafios que as mulheres enfrentam e encorajar os participantes a darem um primeiro passo na direção de superar esses obstáculos”, explica o cineasta Guilherme Severo, idealizador do “Filme Possível” e mediador do debate desta semana.

“As três são mulheres inspiradoras por tudo aquilo que já fizeram no audiovisual, muitas vezes em as melhores condições para isso. Com tal experiência elas poderão ajudar as realizadoras de Guarulhos a adaptar suas ideias para que elas saiam do papel. Nosso objetivo, com essa e as demais atividades do festival, é dar possibilidades de se fazer um produto audiovisual com aquilo que temos nas mãos”.

Para as debatedoras, o histórico de exclusão que as mulheres enfrentaram em diversos setores de atividade também precisa ser superado no audiovisual. “Muitas vezes isso não é verbalizado, mas sempre tem um comportamento que tenta colocar a mulher em determinadas funções dentro da produção audiovisual”, afirma Janaína Reis, do coletivo Bueiro Aberto.

Patrícia Sá concorda: “Há muito espaço para as mulheres nas produções, mas quando você vai procurar nas ‘cabeças’ de equipes é muito raro encontrar”. A mineira Marília Nogueira, única convidada de fora de Guarulhos, vai falar sobre o Cabíria Festival, iniciativa criada por ela justamente para aumentar a representatividade das mulheres nas telas e atrás das câmeras.

Quem são as debatedoras

Patrícia Sá é uma realizadora independente guarulhense. Formada em Rádio e TV e pós-graduada em Roteiro de Cinema e Televisão, começou a carreira como produtora audiovisual, passando pela produção de programas para o antigo Canal Guarulhos, o serviço on demand Portal Cennarium, peças publicitárias, os realities X-Factor Brasil e The Circle Brasil (Netflix) e o longa-metragem Vai Guarulhos – O Filme. Em 2012 começou a atuar como roteirista, escrevendo para séries de ficção como TV Cocoricó, Pedro e Bianca e A Vida de Rafinha Bastos. Integrou a equipe de roteiro do reality The Bachelor, dos programas Alta Conexão (Band) e Tas ao Vivo, exibido pela internet. Também assina diversos roteiros de publicidade e institucionais, dirigindo algumas peças e fez diversas produções independentes.

Janaína Reis é pedagoga, atriz formada pelo Senac SP, palhaça e cineasta. Integrante da Cia Bueiro Aberto de cinema independente, que conta com mais de 50 obras produzidas e uma publicação sobre cinema, o Zine Gueto Metragem. Tem Prêmio de Menção Honrosa nos festivais Comunicurtas da UEPB, Menção Honrosa no Curta Suzano Mostra Competitiva do Alto Tietê, Melhor Trilha Sonora no Quarentena Online Film Festival e é participante de diversas mostras e festivais como a Mostra do Filme Marginal, Mostra Guarulhense de Cinema e o Festival Satyrianas. Atua ainda no Coletivo Fotógrafas Guarulhenses, no coletivo de mídia independente Mídia Remota e na Cia Los Xerebas. Foi jurada no festival de cinema Guarufantástico, em sua quarta edição, e integra o Núcleo de Audiovisual da Mostra de Teatro de Rua de Guarulhos.

Marília Nogueira é idealizadora e curadora do Cabíria Prêmio de Roteiro. Realizadora, diretora e roteirista mineira, realizou curtas exibidos em diversos festivais no Brasil e no exterior. Foi também assistente de direção em projetos variados, entre eles os longas “Praça Paris”, de Lúcia Murat, e “No Coração do Mundo”, de Gabriel Martins e Maurílio Martins. Em 2015, criou o Cabíria Prêmio de Roteiro, projeto que busca aumentar a representatividade das mulheres, nas telas e atrás das câmeras, por meio de uma premiação voltada a narrativas audiovisuais escritas e protagonizadas por mulheres. Com a expansão da iniciativa é hoje uma das diretoras e curadoras do Cabíria Festival – Mulheres & Audiovisual.

Serviço

Festival de Cinema “FILME POSSÍVEL”

Realizadoras no Audiovisual, com Patrícia Sá, Janaína Reis e Marília Nogueira

Ao vivo, na quarta-feira, 24/02, às 19h

Canal do Festival Filme Possível no Youtube

Informações sobre as demais atividades do festival: http://www.filmepossivel.com.br