Início » Tsitsipas não brilha, mas avança à terceira rodada de Roland Garros; Zverev vence
Estadão

Tsitsipas não brilha, mas avança à terceira rodada de Roland Garros; Zverev vence

Embora não tenha feito uma grande partida, o grego Stefanos Tsitsipas jogou o suficiente para passar pelo espanhol Pedro Martinez, atual número 103 do mundo, sem grandes sustos nesta quarta-feira e avançar à terceira rodada de Roland Garros, Grand Slam disputado em Paris. O placar foi de 3 sets a 0 – com parciais de 6/3, 6/4 e 6/3, após 2 horas e 30 minutos.

Quinto favorito ao título em Paris, o grego ainda não perdeu set em sua campanha e terá um bom teste pela frente. Na terceira rodada ele medirá forças com o americano John Isner, cabeça de chave 31, que também venceu seus dois jogos por 3 a 0 – o último deles contra o sérvio Filip Krajinovic, anotando parciais de 7/6 (7/5), 6/1 e 7/6 (7/5).

Tsitsipas já cruzou com Isner em outras cinco oportunidades e leva vantagem mínima de 3 a 2. O americano venceu os dois primeiros duelos, no Masters 1000 de Xangai (2017) e Wimbledon (2018). Nos três últimos foi o grego que comemorou, triunfando no ATP 500 de Pequim (2019), Masters 1000 de Cincinnati (2020) e ATP 500 de Acapulco (2021). Será o primeiro duelo entre eles no saibro.

Com mais trabalho, o alemão Alexander Zverev conseguiu derrotar o russo Roman Safiulin em sets diretos, precisando de dois tie-breaks para sacramentar a vitória e avançar à terceira rodada. O placar final foi de 7/6 (7/4), 6/3 e 7/6 (7/1), depois de 2 horas e 31 minutos.

O próximo desafio no caminho do cabeça de chave número 6 será o sérvio Laslo Djere, que teve que suar para avançar na competição, batendo o compatriota Miomir Kecmanovic por 3 sets a 2, depois de perder os dois primeiros, anotando parciais de 4/6, 4/6, 6/3, 6/2 e 6/3.

OUTROS JOGOS – Responsável pela eliminação do austríaco Dominic Thiem logo na estreia, o espanhol Pablo Andujar não foi muito mais longe e parou na fase seguinte. Seu algoz foi o argentino Federico Delbonis, que vem de bons resultados no saibro europeu e venceu o duelo por 3 sets a 2 – com parciais de 4/6, 6/1, 3/6, 6/3 e 6/2.

Na terceira rodada, Delbonis terá pela frente o italiano Fabio Fognini, cabeça de chave 27, que engatou a sua segunda ótima exibição em Roland Garros deste ano e superou o húngaro Marton Fucsovics por 7/6 (8/6), 6/1 e 6/2.

O vencedor entre Fognini e Delbonis terá pela frente Casper Ruud ou Alejandro Davidovich Fokina. Enquanto o norueguês passou sem sustos pelo polonês Kamil Majchrzak (6/2, 6/2 e 6/4), o espanhol precisou de cinco sets para superar o holandês Botic van de Zandschulp, saído do qualifying, com placar de 6/4, 6/4, 5/7, 2/6 e 6/4.

A campanha do japonês Kei Nishikori em Roland Garros ganhou mais um longo capítulo nesta quarta-feira. Depois de precisar de cinco sets para superar a estreia, ele mais uma vez encarou uma dura batalha, derrotando de virada o russo Karan Khachanov, cabeça de chave 23, com o placar final de 4/6, 6/2, 2/6, 6/4 e 6/4, em quase quatro horas.

Nishikori chega à terceira rodada em Paris com 10 sets disputados e um total de 8 horas e 2 minutos dentro de quadra. Em contrapartida, ele escapou de encarar um páreo duro com o espanhol Roberto Bautista Agut, 11.º favorito, que acabou surpreendido pelo suíço Henri Laaksonen em uma derrota por 3 sets a 1 – com parciais de 6/3, 2/6, 6/3 e 6/2.