Estadão

Vitor Pereira arma Corinthians para sufocar Ponte Preta com marcação sob pressão

O técnico Vítor Pereira vai completar, nesta sexta-feira, uma semana cheia de treinamentos no Corinthians e a sua expectativa é mostrar, diante da Ponte Preta, sábado, às 18h30, na Neo Química Arena, algo que considera ideal para uma equipe sob seu comando: forte marcação na saída de bola do adversário.

O plano do treinador português é sufocar a Ponte em seu campo. Vítor Pereira falou, após a derrota para o São Paulo, sábado passado, no Morumbi, que sua equipe possui jogadores com característica lenta e, por isso, precisa adiantar a marcação e até contar com o goleiro Cássio, como um zagueiro para impedir os contra-ataques adversários.

Esta será a primeira vez que Vítor Pereira estará no banco de reservas na Neo Química Arena, onde ele pôde sentir o apoio constante das arquibancadas na vitória sobre o Red Bull Bragantino, quando acompanhou a partida dos camarotes. Desta vez, o estádio deverá estar lotado, pois foi liberado pelo governo a venda de 100% da carga de ingressos, após a mudança dos protocolos de segurança por causa da covid-19. Só restam bilhetes para os três setores mais caros da arena.

Uma provável escalação poderá formar com: Cássio, Fagner, João Victor, Gil e Lucas Piton; Du Queiroz, Giuliano, Paulinho, Renato Augusto e Willian; Róger Guedes.

Líder do Grupo A, com 17 pontos, o Corinthians soma cinco vitórias, dois empates e duas derrotas. O ataque marcou 12 gols, enquanto a defesa foi vazada sete vezes.