Cidades

APAE esclarece que alunos não correm risco de perder vaga

Instituição responde às mães de alunos e afirma que está contratando substitutos para suprir greve

Em resposta à declaração dada por Cecília Ribeiro, mãe de dois alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) Guarulhos, veiculada no HOJE de quarta-feira, a entidade se defende.

Em nota, a APAE afirma que os alunos que não estão indo às aulas, por conta da greve, não correm o risco de perderem a vaga. A informação de que a entidade teria comunicado a possibilidade dos alunos perderem a vaga, não procede. Uma vez que, a instituição está contratando professores substitutos para minimizar a ausência dos dias letivos de todos os atendidos prejudicados com a greve.

Desta forma, cabe orientar os pais e responsáveis dos atendidos sobre a importância da frequência na escola e ao direito à vaga garantida por lei. A APAE ressalta que está de acordo com o Código de Ética Profissional e não pactua com condutas de punição ou ações que violem os direitos universais.

A APAE ainda declara que os filhos da senhora Cecília Ribeiro são atendidos pelos projetos Sócio Educativos, um na Unidade Santa Mena, no projeto Seta II e o outro na Unidade Vila Rio de Janeiro, no projeto Oficina Trama (inclusão no mercado de trabalho), que permanecem com o atendimento normal, pois não é conveniado à Secretaria da Educação. Todos os profissionais envolvidos nesses projetos estão trabalhando normalmente.