Estadão

Balança comercial tem superávit de US$ 2,004 bilhões em outubro

Com as exportações crescendo em ritmo mais lento do que as importações, a balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 2,004 bilhões em outubro, o menor resultado para o mês desde 2015. Os dados foram divulgados nesta quarta-feira, 3, pela Secretaria de Comércio Exterior, do Ministério da Economia. O superávit em outubro ficou 54,5% menor do que o registrado em outubro de 2020, quando alcançou US$ 4,404 bilhões.

No mês passado, a corrente de comércio (soma das exportações e importações) avançou 39,3%. As exportações somaram US$ 22,520 bilhões em outubro (+27,6%). Já as importações chegaram a US$ 20,516 bilhões em outubro (+54,9%).

Na quinta semana de outubro(25 a 31), o resultado foi positivo em US$ 342 milhões.

De janeiro a outubro, a balança comercial acumula superávit de US$ 58,579 bilhões. O valor é 29,6% maior do que o mesmo período do ano passado. Houve um aumento de 36,0% nas exportações e de 38,3% nas importações do período.

Em outubro, houve crescimento de US$ 20,85 milhões US$ 27,09 milhões (19,4%) em Agropecuária; crescimento de US$ 90,18 milhões (40,5%) em Indústria Extrativa e crescimento de US$ 125,98 milhões (24,4%) em produtos da Indústria de Transformação.

Já nas importações, houve crescimento de US$ 7,9 milhões (45,1%) em Agropecuária; crescimento de US$ 26,69 milhões (141,7%) em Indústria Extrativa e crescimento de US$ 317,41 milhões (51,4%) em produtos da Indústria de Transformação.