Estadão

Bastianini vence etapa inaugural da MotoGP e celebra primeiro triunfo da carreira

A temporada 2022 da MotoGP começou com uma vitória inédita. O italiano Enea Bastianini venceu a etapa do Catar, a primeira do ano, neste domingo, no Circuito Internacional de Losail, com uma ultrapassagem na parte final, e celebrou o primeiro triunfo da carreira na categoria. O sul-africano Brad Binder e o espanhol Pol Espargaró, protagonistas de ótimas largadas, cruzaram a linha de chegada atrás dele, em segundo e terceiro lugar, respectivamente.

Nomes importantes da disputa, o vice-campeão do ano passado Francesco Bagnaia e o pole position Jorge Martín não completaram a prova, após se envolverem em um acidente. O quarto lugar ficou o irmão de Pol, Aleix Espargaró, e o quinto com Marc Márquez. O top 10 teve ainda Joan Mir, Álex Rin, o atual campeão Fabio Quartararo, Johann Zarco e Takaaki Nakagami.

O pole Martín ficou para trás já na largada, após quase colidir, e foi parar em sétimo lugar, posição da qual Brad Binder, dono de um dos melhores inícios da prova, saiu para a terceira colocação. Pol Espargaró, sexto do grid, foi quem roubou a primeira colocação, seguido por Marc Márquez em segundo e Binder em terceiro, no top 3 que completou a primeira volta.

Enquanto isso, mais para trás, o campeão Fabio Quartararo lutava para se recuperar do desempenho ruim no treino classificatório, que rendeu a ele o 11º lugar do grid. Com uma boa reação no início, o francês conseguiu subir poucas posições, chegou a ficar em sétimo, mas caiu para nono, seguido por Francesco Bagnaia, vice-campeão do ano passado, em décimo.

Após seis voltas, houve a primeira ultrapassagem pós-largada na ponta, quando Binder deixou Marquez para trás e assumiu a segunda colocação. Pouco tempo depois, foi a vez de Enea Bastianini também passar Marquez, jogando ele para quarto e subindo para o terceiro lugar. Entre a oitava e a nona volta, Jack Miller teve problemas na moto e abandonou a corrida no momento em que ocupava a quinta colocação.

Então, foi a vez do pole Jorge Martín deixar a prova. Não bastasse a largada ruim saindo do primeiro posto, o espanhol ainda viveu o drama de ser levado junto por uma queda de Bagnaia, o que tirou os dois e suas Ducatis da disputa. Sem a dupla de candidatos ao título na pista, ocorreu mais uma ultrapassagem entre os primeiros, em um bom movimento de Bastianini para cima de Binder.

Incansável, Bastianini deu sequência à grande apresentação ao assumir a liderança quando restavam quatro voltas para o fim, ao ultrapassar Pol na reta. Binder também deixou o espanhol para trás, na sequência, e roubou a segunda colocação. Pol ficou logo abaixo, em terceiro, perseguido pelo irmão Aleix, em quarto, e Marc Márquez em quinto. A formação foi mantida até o fim, e Bastianini cruzou a linha de chegada em primeiro.

Confira a classificação final do GP do Catar:

1º Enea Bastianini
2º Brad Binder
3º Paul Espargaró
4º Aleix Espargaró
5º Marc Márquez
6º Joan Mir
7º Alex Rins
8º Johann Zarco
9º Fabio Quartararo
10º Takaaki Nakagami
11º Franco Morbidelli
12º Maverick Viñales
13º Luca Marini
14º Andre Dovizioso
15º Remy Gardner
16º Darryn Binder
17 Fabio Di Giannantonio
18º Raul Fernandez
—————————
Jorge Martín
Francesco Bagnaia
Miguel Oliveira
Alex Márquez
Mauro Bezzecchi
Jack Miller