Estadão

Bolsonaro fala a quem quer torná-lo inelegível: só Deus me tira de lá

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira, 7, durante discurso em manifestação na Avenida Paulista, que seu governo incomoda “alguns” e reforçou que só deixa o cargo “preso, morto ou com vitória”.

“Só Deus me tira de lá”, disse Bolsonaro, num momento mais inflamado do discurso no qual dirigiu suas palavras, segundo ele mesmo, a pessoas que querem torná-lo inelegível.

“Saio de lá preso, morto ou com vitória”, disse o chefe do Executivo, acrescentando que jamais será preso. “A minha vida pertence a Deus.”

Pela manhã, Bolsonaro fez um pronunciamento mais curto em Brasília, onde chegou a dizer que não aceitará que qualquer autoridade passe por cima da Constituição usando a força do poder.

A apoiadores que compareceram à Avenida Paulista, o presidente salientou que o seu governo incomoda “alguns de Brasília” pelas mudanças que começou a fazer. “Com vocês, nós colocaremos o Brasil em local de destaque”, afirmou Bolsonaro aos manifestantes.