Estadão

Brasileira Tatiana Weston-Webb cai nas oitavas de final da etapa de Pipeline

O Brasil ficou sem representante na disputa feminina da primeira etapa da temporada 2022 do Circuito Mundial de Surfe, que está sendo realizada na praia de Pipeline, no Havaí, após Tatiana Weston-Webb cair nas oitavas de final diante da havaiana Moana Wong. Em suas duas melhores ondas da bateria, a brasileira anotou 9,44 contra 10,77 da adversária.

Enfrentando Wong, convidada para a etapa e nativa da ilha de Oahu, onde fica a praia de Pipeline, Tatiana viu a adversária começar a bateria com mais agressividade, conseguindo um somatório de 7,00 antes mesmo dos primeiros 10 minutos. A brasileira respondeu com um 3,77, que a colocou em condição de virada com uma nota apenas mediana. Foi exatamente o que fez na sequência com um 5,67 e assumiu a primeira colocação com 9,44.

No entanto, a havaiana buscou novamente a virada ao receber uma nota 6,27 e chegar ao somatório de 10,77 a um pouco mais de 10 minutos do fim.

Essa é a primeira vez que a famosa praia havaiana recebe uma competição completa feminina. A World Surf League (WSL) iniciou nesta temporada uma busca por equiparação entre homens e mulheres na elite do surfe profissional. Pela primeira vez, ambos terão o mesmo calendário, com as mesmas 10 etapas e a final em Trestles, nos Estados Unidos, em setembro, além de o mesmo valor de premiação.

Agora o Brasil se volta para a disputa masculina, onde o país conta nas quartas de final com Miguel Pupo, que terá pela frente o peruano Lucca Mesinas, o estreante Samuel Pupo, de 21 e irmão mais novo de Miguel, e Caio Ibelli, que farão uma batalha brasileira.