Estadão

CBF aumenta valor da premiação aos times da Copa do Brasil deste ano

A CBF aumentou o valor da premiação aos times que disputarão a Copa do Brasil deste ano. O montante a ser concedido ao futuro campeão será de R$ 60 milhões, quatro milhões a mais do que no ano passado. Mas a cifra final poderá chegar a quase R$ 80 milhões para o vencedor, somados os valores amealhados em cada fase.

Para definir a premiação nas duas primeiras fases, a CBF dividiu os 92 times em três grupos, com base na posição de cada um no próprio ranking da entidade e a participação de cada equipe nas edições mais recentes do torneio.

O grupo I reúne os 15 primeiros do ranking, enquanto o segundo conta com os demais clubes (oito) participantes da Série A do Campeonato Brasileiro. O terceiro grupo junta os outros, que somam 69.

Na primeira fase, os times do primeiro grupo vão embolsar R$ 1.270.000,00 se avançarem. As equipes do grupo 2 R$ 1.090.000 e os demais, R$ 620 mil. Na segunda fase, estes valores sobem para R$ 1,5 milhão (grupo 1), R$ 1.190.000 (2) e R$ 750 mil (3).

A partir da terceira fase, os valores se tornam os mesmos para todos os grupos: R$ 1,9 milhão. Nas oitavas de final, a cifra alcança R$ 3 milhões, enquanto nas quartas atinge R$ 3,9 milhões. Os times que cheguem à semifinal vão ganhar R$ 8 milhões. O vice-campeão embolsará R$ 25 milhões e o campeão, R$ 60 milhões. A cada fase, os valores vão acumulando para os times.

A Copa do Brasil será aberta no mês de fevereiro, com os primeiros jogos marcados para os dias 23 e 24. A primeira fase terá confronto de jogo único. A equipe com melhor posição no ranking vai jogar fora de casa com a vantagem do empate.

<b>Confira abaixo a divisão dos grupos para a premiação:</b>

Grupo I: reúne os 15 primeiros colocados no Ranking Nacional de Clubes da CBF 2022
América (MG), Athletico (PR), Atlético (MG), Bahia (BA), Ceará (CE), Corinthians (MG), Cruzeiro (MG), Flamengo (RJ), Fluminense (RJ), Fortaleza (CE), Grêmio (RS), Internacional (RS), Palmeiras (SP), Santos (SP) e São Paulo (SP).

Grupo II: demais participantes da Série A do Campeonato Brasileiro
Atlético-GO, Avaí (SC), Botafogo (RJ), Coritiba (PR), Cuiabá (MT), Goiás (GO), Juventude (RS) e Red Bull Bragantino (SP).

Grupo III: demais times que vão disputar a Copa do Brasil
ABC (RN), ASA (AL), Alagoinhas (BA), Altos (PI), Anápolis (GO), Azuriz (PR), Bahia de Feira (BA), Brasil (RS), Brasiliense (DF), Botafogo (SP), Campinense (PB), Cascavel (PR), Castanhal (PA), Chapecoense (SC), Ceilândia (DF), Costa Rica (MS), CRB (AL), Criciúma (SC), CSA (AL), Ferroviária (SP), Ferroviário (CE), Figueirense (SC), Fluminense (PI), Globo (RN), Glória (RS), Guarani (SP), Humaitá (AC), Icasa (CE), Juazeirense (BA), Lagarto (SE), Londrina (PR), Manaus (AM), Maricá (RJ), Mirassol (SP), Moto Club (MA), Náutico (PE), Nova Iguaçu (RJ), Nova Venécia (ES), Novorizontino (SP), Paraná Clube (PR), Paysandu (PA), Ponte Preta (SP), Porto Velho (RO), Portuguesa (RJ), Pouso Alegre (MG), Oeste (SP), Operário (PR), Operário (MT), Real Noroeste (ES), Remo (PA), Rio Branco (AC), Salgueiro (PE), Sampaio Correa (MA), São Raimundo (RR), São Raimundo (AM), Sergipe (SE), Sousa (PB), Sport (PE), Tocantinópolis (TO), Tombense (MG), Trem (AP), Tuna Luso (PA), TunTum (MA), União (MT), URT (MG), Vasco da Gama (RJ), Vitória (BA), Vila Nova (GO) e Volta Redonda (RJ).