Estadão

Correção – Hugo Calderano soma maior conquista no tênis de mesa no WTT de Doha

Na nota enviada anteriormente havia um erro na nacionalidade de Darko Jorgic. Ele é esloveno e não eslovaco.

Seis anos após ser indicado para revelação do ano no tênis de mesa, Hugo Calderano conquistou seu maior título da carreira, mostrando que se mantém entre os melhores e em evolução. Bicampeão pan-americano e oitavo do ranking mundial, ele superou o esloveno Darko Jorgic, por 4 a 2 (11/5, 6/11, 10/12, 11/9, 11/3 e 11/9) na Lusail Sports Arena, em Doha, no Catar, neste sábado, para ganhar o título do WTT Star Contender. Foi a primeira grande competição após os Jogos Olímpicos de Tóquio e sua maior conquista.

O brasileiro fez campanha impecável em Doha, onde já havia ficado em segundo em uma competição Platinum, há três anos. Desta vez, o mesa-tenista carioca de 25 anos foi soberano para garantir o título e apagar a imagem de sempre cair na hora das decisões.

Segundo cabeça de chave no Catar, atrás apenas do alemão Dimitrij Ovtchsrov, o brasileiro fez campanha perfeita na primeira etapa do Mundial de Tênis de Mesa. Foram cinco vitórias contundentes. O título veio com sentimento de vingança após ser eliminado nas quartas de final pelo esloveno, também em Doha, em março.

"Posso dizer que estou muito feliz de ver que o trabalho do Hugo foi recompensado. Ele jogou muito bem, com uma intensidade muito alta. Isso é uma grande satisfação", festejou o técnico Jean-René Mounié, logo após a conquista.

Foi o segundo jogo de Calderano no dia. Pela manhã, o atleta não teve trabalho para derrubar o inglês Liam Pitchford, 15° do mundo, pelas semifinais. O brasileiro fez 4 a 1, parciais de 11/2, 11/8, 8/11, 11/5 e 11/9.

Nos outros três jogos em Doha, passou pelo francês Simon Gazy (19º do mundo), com 8/11, 11/4, 11/3 e 12/10, pelo sul-coreano Jonghoon Lim (75º), com 10/12, 12/10, 11/9 e 11/8, e pelo paraguaio Marcelo Aguirre (65º), fazendo 11/6, 11/6 e 11/7.S