Cidades

EDP Bandeirante conta com uma equipe de manutenção para cada 132 quilômetros de rede

Números demonstram que equipes de manutenção não dão conta de atender Guarulhos

A EDP Bandeirante possui somente uma equipe de manutenção para cada 132 quilômetros da rede de fornecimento de energia elétrica. A extensão é mais do que a distância entre as cidades de São Paulo e Taubaté (130 km).

Segundo a Bandeirante, a rede em Guarulhos possui 3.985,1 km, sendo 1.528 de média tensão e 2.456,7 de alta tensão. Oficialmente, a empresa não confirmou quantas equipes atuam na cidade, mas afirma que o Centro de Manutenção e Distribuição (CMD) envia técnicos para os serviços de reparo da rede e manutenção sempre que há ocorrências de falta de energia. O HOJE apurou que a Bandeirante conta com cerca de 30 equipes.

Em relação aos casos de falta de energia registrados na semana passada, a Bandeirante respondeu que o ciclone que atingiu o Estado de São Paulo obrigou o acionamento de um plano de contingência para minimizar os impactos. O número de equipes foi triplicado. Entre os bairros afetados por interrupção de energia elétrica desde a semana passada estão Vila Galvão, Bonsucesso, Dutra, Cumbica, Gopoúva, Vila São João, Cocaia e Taboão.

Em nota, o Departamento de Iluminação Pública da Prefeitura informa que são trocadas de 1,3 mil a 1,5 mil lâmpadas por mês. O órgão explica que a ligação da rede de energia elétrica deve ser feita diretamente à Bandeirante. Já no caso das vias, o pedido deve ser feito em uma das unidades do Fácil.

Na Câmara Municipal há uma série de reclamações do serviço prestado pela Bandeirante. O vereador Novinho Brasil (PTN), por exemplo, listou 30 ruas na região do Pimentas que possuem até cinco lâmpadas apagadas.

"A população reclama que a meses pede o conserto, mas não é atendida", diz. Ele avalia que o número de equipes é pequeno e que os serviços deveriam ser intensificados no período noturno.