Estadão

Estadão na Ucrânia: assustados com invasão, ucranianos fogem em trens lotados para Polônia

Com a capital da Ucrânia sob ataque e temendo o confronto militar entre tropas de seu país e os russos, moradores de Kiev lotam comboios de trem que partem em direção à Polônia. Em busca de um local seguro, longe das bombas, os ucranianos se amontoam nas plataformas da estação à espera do embarque.

Um comboio que partiu no início da noite desta quinta-feira, 25, (ainda tarde em Brasília) levava famílias inteiras, jovens, crianças e idosos. A reportagem do <b>Estadão</b> acompanhou a fuga de Kiev até a Polônia.

Sem lugares marcados ou mesmo espaço nos vagões, ucranianos se espremiam até mesmo nos corredores, viajando em pé no trajeto que os levaria até a fronteira polonesa a 900 quilômetros de distância. Até Varsóvia, capital da Polônia, seriam 20 horas de viagem.

Em meio ao desespero para deixar às pressas o país e num embarque feito de forma improvisada, quem tinha alguma mala teve que jogá-la para dentro do vagão pela janela. Quando o comboio se preparava para partir, ucranianos ainda recebiam pela janela garrafas de água mineral. Uma mulher avisava: "Garotos, temos que ir. Vocês já têm os documentos. Vamos partir".