Aviação Cidades Saúde

Guarulhos irá receber um novo voo da África com 300 passageiros

Apesar da recomendação da Anvisa para que seja fechada a fronteira aérea para a Angola, um voo partindo de Luanda, capital do país, tem pouso estimado no aeroporto de Guarulhos a 1h30 da madrugada desta sexta-feira com 300 passageiros. Trata-se de um voo inaugural de uma nova rota entre os continentes africano e americano, que – coincidentemente – ocorre no momento em que o mundo descobre a cepa ômicron, que teria origem na África e de onde foram revelados os primeiros casos. Os três confirmados no Brasil até o momento, inclusive de um morador de Guarulhos, são de pessoas que vieram da África do Sul nos últimos dias.

A informação foi confirmada pela Embaixada de Angola em Brasília e pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), que informou que mais oito voos semelhantes deverão pousar no Brasil até o dia 31 de dezembro.

Como o governo federal não aumentou as restrições para chegada ao Brasil, os passageiros embarcarão apenas com as exigências atuais: teste de Covid-19 negativo e declaração de saúde do viajante, informações consideradas pelas autoridades sanitárias insuficientes para evitar que a Ômicron entre e se espalhe pelo país. A avaliação é a de que seria necessário evitar pelo menos a entrada de não-vacinados, uma vez que esse segmento de pessoas tem poder de transmissão maior.