Cidades

Guarulhos prepara Semana de Ciência e Tecnologia

Esporte, saúde e educação são os temas escolhidos para a Semana Municipal de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento de Guarulhos (Semcitec), a ser realizada entre os dias 14 e 18 de outubro.

Em sintonia com o ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o evento tem por objetivo mobilizar a população para a importância da ciência, em especial crianças e jovens.

Neste final de semana, no Parque do Ipiranga, durante a celebração da Independência do Brasil, o ministro do Esporte Aldo Rebelo recebeu convite para participar da atividade que vai abordar o esporte pela ótica da ciência. Luis Carlos Teodoro, secretário de Desenvolvimento Econômico de Guarulhos, Luiza Cordeiro diretora do departamento de Modernização e Marinilzes Mello coordenadora da Semcitec participaram do encontro com Aldo.

Segundo o ministro, os temas escolhidos dialogam com o momento vivido pelo Brasil, uma vez que o país organiza para 2014 e 2016 a Copa do Mundo de Futebol e os Jogos Olímpicos – maiores eventos esportivos do planeta. “A ciência, a tecnologia e o conhecimento gerados por elas contribuem para uma pátria soberana”, disse.

A frente do Esporte quando o Brasil foi escolhido para sediar a Copa e as Olimpíadas, o ex-ministro Orlando Silva, hoje vereador e presidente estadual do PCdoB já confirmou presença na Semcitec de Guarulhos. Orlando deve dividir sua experiência como ministro durante os governos do ex-presidente Lula.

A primeira Semcitec ocorreu em 2012 com mais de cinco mil participantes. Foram recebidos trabalhos em quatro eixos: Formação Docente para a Educação Básica; Sustentabilidade e Desenvolvimento Econômico e Social; Práticas Sustentáveis e Desenvolvimento Local e Inovação Tecnológica.

Para a edição deste ano, o foco será possibilitar a reflexão sobre a importância da prática esportiva para a saúde, com atividades que esclareçam a relação entre ciência, saúde, esporte e educação. Também consta entre os objetivos a divulgação dos avanços científicos e tecnológicos, a melhoria da formação de docentes e profissionais da educação, saúde e esporte e a popularização da ciência de forma mais integrada apoiando o desenvolvimento social.