Estadão

Jornalista da Globo é esfaqueado em Brasília em suposta tentativa de latrocínio

O jornalista Gabriel Luiz, de 28 anos, repórter da TV Globo em Brasília, foi esfaqueado na noite desta quinta-feira (14), perto de sua casa, na região do sudoeste da capital federal. Segundo informação da TV Globo e de pessoas próximas, ele foi atingido em várias partes do corpo e está internado em estado grave, mas estável, no Hospital de Base do Distrito Federal. A Polícia Civil apura a motivação do crime.

Segundo relatos da família e amigos, Gabriel saiu de casa para ir a um comércio próximo na noite de ontem. Em imagens de câmeras de segurança veiculadas pelo <i>G1</i>, é possível observar o jornalista caminhando por volta de 23h, seguido, logo depois, por dois suspeitos. Conforme informações da emissora, o ataque teria acontecido um pouco mais à frente e, em seguida, os suspeitos fugiram correndo.

Gabriel Luiz foi atingido no abdômen, na perna, no tórax, no pescoço e no braço. Ele foi socorrido após pedir ajuda a vizinhos e deu entrada no hospital consciente. Na manhã desta sexta-feira, 15, parentes e amigos do jornalista informaram que ele passou por cirurgias durante a madrugada e o início da manhã e todas foram bem-sucedidas. Agora, ele será encaminhado à Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital de Base.

O caso está sendo investigado pela 3ª Delegacia de Polícia, no Cruzeiro, como tentativa de latrocínio, mas todas as linhas de investigação também estão sendo consideradas. Segundo a Polícia Civil, agentes estão nas ruas para esclarecer os detalhes e identificar os suspeitos. A faca usada no crime foi apreendida. Conforme informações da família, foram encontrados no local um relógio e uma correntinha, mas o celular de Gabriel está desaparecido.

A TV Globo se manifestou em nota e lamentou o caso. "Com pesar lamentamos informar o ingresso do jornalista Gabriel Luiz, da rede Globo, no Hospital de Base após ter sido vítima de agressão, conforme veiculado pela imprensa."