Estadão

Mais institutos apontam 2º turno entre Macron e Le Pen na França

Além do Elabe, outros institutos de pesquisas apontavam neste domingo, 10, que o primeiro turno da França, realizado mais cedo, foi vencido pelo atual presidente, Emmanuel Macron, seguido por Marine Le Pen, candidata de extrema-direita. Na estimativa do Ipsos Steria feita para vários meios de comunicação locais, Macron ficou com 28,6% dos votos, seguido por Marine Le Pen (23,6%) e o esquerdista Jean-Luc Mélenchon (20,3%).

Éric Zemmour, também de extrema-direita, levou 7,0% dos votos, segundo essa projeção.

Após o resultado provável ser divulgado pelos institutos, os principais candidatos já se pronunciavam contra Marine Le Pen, com a exceção de Zemmour, que pediu voto nela.

Mélenchon, por exemplo, disse que não se deveria "dar nem mesmo um voto" para Le Pen no segundo turno, segundo o jornal <i>Le Monde</i>.

Prefeita de Paris e também derrotada neste domingo, Anne Hidalgo, do Partido Socialista, defendeu voto em Macron para impedir a chegada de Marine Le Pen à presidência.