Cidades

Professores e pais de alunos da APAE protestam em frente à sede do executivo

Manifestantes queriam mostrar ao poder público as condições irregulares encontradas na instituição

Os professores e pais de alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) Guarulhos se organizaram nesta terça-feira de manhã, junto com o Sindicato de Professores e Professoras de Guarulhos em frente ao Paço Municipal para relatar ao poder público as condições irregulares encontradas na instituição.

Houve apitaço e bloqueio da via durante a mobilização. A manifestação atraiu a atenção da Polícia Militar e da Guarda Civil de Guarulhos, que tentavam impedir a paralisação do trânsito. Panfletos explicando o descaso vivido pelos professores da APAE também foram distribuídos para os transeuntes.

A pensionista e mãe de dois alunos da APAE, Cecília Ribeiro, de 67 anos, disse que os filhos não estão indo para a instituição por conta da greve. Deste modo, foi comunicada pela entidade de que seus filhos perderiam a vaga, caso não frequentassem mais as aulas.

Os manifestantes só liberaram a rua depois da confirmação de que seriam atendidos pelo Chefe de Gabinete da prefeitura, Rafael Paredes.

Segundo a presidente do Sinpro, Andréa Harada Sousa, uma reunião será agendada para a próxima quinta ou sexta-feira, com a participação do Chefe de Gabinete da prefeitura, diretoria da APAE, Sinpro, professores e pais de alunos.