Estadão

Reconstrução do País vem do fim da fome e garantia a estudo e trabalho, diz Lula

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que a reconstrução do Brasil precisa começar por garantir que as pessoas não passem fome e pelo direito ao estudo e trabalho. As declarações foram feitas na sua conta oficial do Twitter na manhã deste domingo, 16. Lula comentava trechos de entrevista recente ao jornal italiano <i>Corriere Della Sera</i>.

"Falei da causa que me motiva na política. Fazer com que o Brasil volte a ser de todos os brasileiros, que ninguém no nosso País passe fome. Sempre trabalhei e continuarei trabalhando para isso, sendo candidato ou não", disse Lula, que é cotado a disputar novamente a Presidência da República pelo Partido dos Trabalhadores, lidera as pesquisas de intenção de voto, mas ainda não oficializou sua pré-candidatura para as eleições de 2022.

O ex-presidente também afirmou que, nos governos do PT, o Brasil foi um exemplo mundial de combate à miséria e à desigualdade e atingiu o posto de sexta maior economia do mundo.

"Hoje, infelizmente, o País voltou a ter 20 milhões de pessoas passando fome, o desemprego é enorme e as previsões são de que o nosso PIB siga estagnado. Prometeram uma ponte para o futuro que foi na realidade um salto para o abismo", escreveu Lula.