Cidades

Sesc Guarulhos apresenta cursos do mês de agosto

A partir do dia 1 de agosto o Sesc Guarulhos abre inscrições para cursos on-line. Construção de instrumentos musicais com materiais alternativos é o tema da oficina Confecção e Ritmos com Eco Instrumentos. Já na ação Consumo responsável, mudanças climáticas e comunidades: percurso de aprendizagem os participantes terão a oportunidade de refletir sobre a sociedade de consumo e seus impactos ao meio.

As inscrições para as atividades poderão ser realizadas a partir das 14 horas do dia 1 de agosto em inscricoes.sescsp.org.br.

Atividades

Confecção e Ritmos com Eco Instrumentos

Com Afonsinho Menino.

De 8 a 29 de agosto, domingos, às 10h

Plataforma: Zoom

40 vagas.

Livre. Grátis.

A oficina apresenta possibilidades de confecção de instrumentos musicais com materiais recicláveis e objetos encontrados em casa. Ganzá, maraca, reco-reco, roda de chuva, efeito de tampinha ou ocean drum são alguas possibilidades exploradas durante a ação. Após a confecção dos instrumentos será promovida uma dinâmica musical para estimular a exploração sonora dos instrumentos, partindo de um repertório popular.

Serão utilizados materiais facilmente encontrados, tais como: garrafinhas pet; potes de iogurte e leite fermentado, conduítes de PVC corrugado, retalhos de tecido ou papel e cola branca, entre outros.

A atividade é livre para todo o público e não é preciso ter experiência prévia em música.

Materiais necessários para confecção dos instrumentos:

Ganzá ecológico

potes de iogurte (tipo garrafinha) ou de leite fermentado; miçangas pequenas ou areia grossa, pedras de aquário ou grãos, como milho de pipoca e feijões; fita isolante colorida.

Eco maraca

Garrafas pet pequenas (evitar garrafas de água, pois o plástico não tem firmeza);  cabo de vassoura em madeira cortado em pedaços de 20cm; miçangas pequenas ou areia grossa, pedras de aquário ou grãos como milho de pipoca; fita isolante colorida.

Roda de chuva

Conduíte corrugado 1 polegada (pedaços de 80 a 90cm); miçangas pequenas ou areia grossa, pedras de aquário ou grãos como milho de pipoca e feijões; fita isolante colorida, ou tecido e cola, ou papel e cola; fita silvertape.

Reco-reco

Pedaço de 20cm de conduíte (duto corrugado) ou mola, arame de caderno, garrafa de iogurte ou outra que apresente ondulações; palito de bambu ou madeira para churrasco; fita isolante colorida ou barbante; papelão grosso ou capa dura de caderno (20cm de comprimento).

Efeito de tampinha

Tampinhas plásticas de refrigerante ou água (furadas, antecipadamente, com prego quente – cerca de 20 para cada participante); barbante encerado (é mais fácil)

Ocean drum (tambor oceano)

Caixa de pizza; miçangas pequenas ou grãos (milho de pipoca, arroz, feijão etc.); fita isolante colorida; fita crepe.

*O instrumento pode ser posteriormente empapelado (papel e cola branca) e pintado com guache ou outra tinta.

Cuica de lata ou tambor galinha

Latas;

Afonsinho Menino é percussionista, educador e pesquisador, com mais de 30 anos de experiência em música. Atua em grupos musicais e faz trabalhos solo, além de ministrar workshops, cursos e oficinas de percussão e construção de instrumentos em diversos equipamentos, inclusive bibliotecas, escolas, centros culturais, Itaú Cultural, MIS, Fábricas de Cultura, ONGs, clubes, projetos sociais, sindicatos, praças, parques, teatros e unidades do Sesc-SP. Atualmente integra os grupos Carimbolando (carimbó) e Carimbó É O BICHO! (carimbó para crianças), Mayombe (som cubano e afro-latino), Sendero (músicas latino-americanas), Tropeiros da Serra e Rabutaio (forró pé-de-serra) e os trabalhos autorais instrumentais Qualquer Lugar (com o pianista Borici Junior) e Só Conversa (com o flautista Chico Pedro). Também participou de gravações de TV, como o programa Sr. Brasil da TV Cultura, acompanhando músicos como Família Ozzetti, Os Harmônicos e Mauri de Noronha.

Consumo responsável, mudanças climáticas e comunidades: percurso de

aprendizagem

Com Fernanda Iwasaka, do Instituto Akatu, Rede Baluarte, Comunidades que Sustentam a Agricultura (CSA Bananeiras – Guarulhos) e Agentes de Educação Ambiental do Sesc Guarulhos

De 25 de agosto a 29 de setembro, quartas às 18h30

Plataforma: Zoom

50 vagas.

Não recomendado para menores de 18 anos. Grátis.

Série de encontros formativos que apresentarão conceitos e fundamentos sobre a formação da sociedade de consumo, de modo a incentivar uma análise crítica acerca da relação do consumo com as mudanças climáticas, biodiversidade e recursos naturais. Também abordará caminhos possíveis para a ação comunitária em prol do fortalecimento de ações individuais de consumo responsável e ações coletivas para o fortalecimento de redes de consumo consciente, comércio justo e economia solidária.

Fernanda Iwasaka, do Instituto Akatu é Analista de Conteúdos e Metodologias. Formada em administração pública pela Unesp, seguiu para o mestrado na USP onde desenvolveu uma pesquisa sobre Economia Circular.

Comunidades que Sustentam a Agricultura – CSA Bananeira é uma organização que constrói, como modelos, projetos agrícolas baseados na comunidade, nos quais os agricultores podem se orientar para garantir um futuro a pequenos empreendimentos agrícolas. O objetivo é, ao contrário de uma monocultura, desenvolver uma diversidade na agricultura na qual as fazendas e seus trabalhadores têm garantida uma renda equilibrada, sólida e são apoiados no processo de transição para uma agricultura ecológica.

Rede Baluarte, antiga Rede Balsear, está localizada às margens da represa Billings, região conhecida como Pós-Balsa, em São Bernardo do Campo, e molda verdadeiras obras de arte em cerâmica. Surgiu em 2014, a partir do apoio da Fundação Criança (fundação pública municipal com missão, diretrizes e objetivos focados na defesa e garantia de direitos de crianças, adolescentes e jovens).