Estadão

Bolsas da Ásia e Pacífico fecham mistas, à espera de dados de emprego dos EUA

As bolsas da Ásia e do Pacífico fecharam sem direção única nesta quinta-feira, 2, com investidores na expectativa para dados do mercado de trabalho dos EUA que podem influenciar quando o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) começará a retirar estímulos.

O índice acionário japonês Nikkei subiu 0,33% em Tóquio hoje, a 28.543,51 pontos, e o Hang Seng avançou 0,24% em Hong Kong, a 26.090,43 pontos.

Na China continental, o Xangai Composto teve alta de 0,84%, a 3.597,04 pontos, em seu quinto pregão consecutivo de ganhos, e o menos abrangente Shenzhen Composto avançou 0,41%, a 2.427,77 pontos.

Por outro lado, o sul-coreano Kospi caiu 0,97% em Seul, a 3.175,85 pontos, e o Taiex recuou 0,88% em Taiwan, a 17.319,76 pontos.

Nesta sexta-feira (3), os EUA vão divulgar seu relatório de emprego mensal, que tem forte influência na política monetária do Fed. Ontem, pesquisa da ADP mostrou que o setor privado americano criou menos postos de trabalho do que se previa em agosto. Nesta quinta-feira, o país divulga levantamento semanal sobre pedidos de auxílio-desemprego.

Nas últimas semanas, o Fed vem sinalizando que poderá debater a gradual redução de seu programa de compras de ativos financeiros já na reunião deste mês.

Na Oceania, a bolsa australiana ficou no vermelho, à medida que ações de grandes empresas locais foram negociadas ex-dividendos. O S&P/ASX 200 caiu 0,55% em Sydney, a 7.485,70 pontos. (Com informações da Dow Jones Newswires).