Estadão

Filho do governador de MT é dono de empresa que ganhou licitação de RS 45,7 mi

Um grupo empresarial que tem consórcios com uma empresa do filho do governador de Mato Grosso, Mauro Mendes (DEM), ganhou uma licitação de R$ 45,7 milhões do governo estadual neste ano. Em junho, a Zopone Engenharia e Construção foi contratada para a pavimentação de 44 quilômetros da rodovia MT-140, ao mesmo tempo em que mantém duas sociedades com o empresário Luis Antonio Taveira Mendes, segundo filho do governador.

Ex-presidente da Federação de Indústrias de Mato Grosso e prefeito de Cuiabá de 2013 a 2017, Mauro Mendes foi eleito para seu primeiro mandato como governador nas últimas eleições estaduais. A informação sobre os consórcios entre a empreiteira e seu filho foi noticiada pelo site Isso É Notícia, e confirmada pelo <b>Estadão</b>.

A Zopone Engenharia é sócia da Sollo Participações, da qual Luis Antonio é dono, em um consórcio de construção civil e uma distribuidora de energia. As duas sociedades foram firmadas em 2020, o segundo ano de mandato de Mauro Mendes no governo.

A empresa de engenharia concorreu em junho a cinco lotes da licitação para pavimentar a rodovia estadual, que liga os municípios de Planalto da Serra e Nova Ubiratã, na região central de Mato Grosso. A Zopone venceu o lote 2 e, nos outros quatro lotes em que concorreu, acabou perdendo as disputas.

Os donos da empreiteira, Cláudio Zopone e Claudenor Zopone Junior, têm sido contratados pelo governo estadual por meio de duas companhias desde 2019. Além da própria Zopone Engenharia, eles também são donos da empresa Rodovia Terraplanagem e Pavimentação. Desde a abertura do primeiro consórcio entre o grupo e o filho do governador, a Rodovia Terraplanagem teve ao menos R$ 3,3 milhões empenhados em contratos com o governo estadual para obras e serviços de engenharia, segundo o portal de transparência. Neste ano, essa empresa recebeu ao menos R$ 797,4 mil do governo de Mato Grosso.

A Rodovia Terraplanagem já mantinha contratos com o governo matogrossense em gestões anteriores. A empresa aparece como fornecedora em contratos públicos no sistema desde 2008.

A Zopone e a Sollo Participações, de Luis Antonio, são sócias desde janeiro do ano passado na Transmissora Acre SPE. O consórcio foi formado após a Zopone ganhar uma licitação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para construir e operar duas linhas de transmissão e uma subestação de energia, em Minas Gerais e no Rio de Janeiro. Em maio, elas também formaram o Consórcio Zopone Sollo. O cadastro informa que esta firma atua no setor de construção.

<b>COM A PALAVRA, O GOVERNO DE MATO GROSSO</b>

O Governo de Mato Grosso esclarece que:

1. Os recebimentos dos recursos pela empresa Zopone Engenharia e Comércio refere-se a serviços realizados na MT-020, cuja licitação ocorreu no ano de 2016, sendo vencedora a empresa Rodovia. A Ordem de serviço foi dada no dia 26 de janeiro de 2017. A empresa Zopone adquiriu a empresa Rodovia e deu sequência ao contrato executando todos os serviços e recebendo por eles;

2. A Sinfra publicou em junho de 2021 processo licitatório para contratação de pavimentação da MT-140, cujos resultados estão em anexo. Portanto, a empresa Zopone Engenharia participou de 5 lotes, perdeu 4 e venceu apenas um, por menor preço. Ela concorreu com 14 empresas, com desconto de 14,93%, em relação ao preço de referência. Assim, NÃO EXISTE nenhuma irregularidade ou ilegalidade no referido processo;

3. Apesar de serem empresas privadas que não têm nenhuma relação com o Governo de Mato Grosso, esclarecemos que o consórcio entre Sollo e Zopone ocorreu após vencerem leilão público da Aneel 02/2019, Lote II, na Bovespa, com 52,9% de desconto, o que é de conhecimento público, para obra em outra unidade federativa;

4. Pelos fatos acima expostos, fica de forma clara e evidente que todos os atos da administração pública do Governo de Mato Grosso são praticados com respeito à legalidade e à transparência.