Início » Governo de São Paulo atualiza as medidas de combate à covid-19
Destaque2 Estadão

Governo de São Paulo atualiza as medidas de combate à covid-19

O governo do Estado de São Paulo detalha, em coletiva de imprensa, as medidas de combate ao coronavírus.

Butantan entrega 5,1 milhões de doses da Coronavac nesta quarta-feira, 15. Com o novo lote, o instituto conclui a entrega das 100 milhões de doses contratadas pelo Ministério da Saúde.

O governador João Doria afirmou que as doses de Coronavac suspensas pela Anvisa serão substituídas por vacinas produzidas em um laboratório da Sinovac já inspecionado pela agência reguladora. A informação já tinha sido divulgada por Doria na terça, 14.

Dimas Covas, diretor do Butantan, disse esperar que o uso da Coronavac seja ampliado para públicos mais jovens. “Crianças estão sendo vacinadas no Chile, na África do Sul e na Indonésia. Em breve, esperamos vacinar crianças aqui também”, afirmou.

Covas falou ainda que dados do Ministério da Saúde mostram que o número de mortes entre idosos com mais de 70 anos caiu 88% no Brasil. “A maior parte dos idosos nessa faixa etária tomou Coronavac”, disse o diretor do Butantan.

Regiane de Paula, coordenadora do Programa Estadual de Imunizações, afirmou que todas as pessoas com 65 anos ou mais já recceberam as duas doses da covid-19 em São Paulo. Ela espera atingir 100% da cobertura no grupo de 60 a 64 anos nos próximos dias.

Na área da Economia, Doria anunciou que o programa Pró São Paulo, que prevê a conclusão de oito mil obras no Estado. Entre elas estão a linha seis do Metrô e a despoluição do rio Pinheiros. “É o maior programa de investimentos públicos da história de São Paulo”, disse Rodrigo Garcia, vice-governador do Estado.

Outra medida anunciada é o programa Retoma São Paulo, que reduzirá o ICMS do setor de bares e restaurantes para 3,2%. A medida irá beneficiar cerca de 250 mil proprietários do setor, gerando economia de cerca de 13% a eles.

Patrícia Ellen, secretária de Desenvolvimento Econômico, anunciou a linha de microcrédito Nome Limpo, com investimento de R$ 100 milhões por meio do Banco do Povo. O objetivo é ajudar financeiramente os empreendedores formais que estão negativados em instituições privadas, incentivando a retomada de pequenos negócios.

O Retoma São Paulo ainda irá investir R$ 300 milhões em diversos programas para os quatro pilares do desenvolvimento econômico, segundo Patrícia Ellen.

Doria atualizou os valores doados pelo Grupo Empresarial Solidário de São Paulo. Segundo o governador, 314 empresas doaram R$ 2.043.731.000,00 desde o início da pandemia.

O secretário estadual de Saúde Jean Gorinchteyn apresentou os dados de casos, óbitos e internações por covid-19. O secretário afirmou que houve uma queda de 70,5% no número de casos no Estado em relação à semana anterior. Este número pode não refletir a realidade porque São Paulo enfrenta dificuldades para incluir novos casos de covid-19 na plataforma do SUS.

O número de internados permaneceu praticamente estável, passando de 639 na semana anterior para 641 nesta semana. Já o número de mortes, que também pode estar enviesado em razão dos problemas na plataforma do SUS, caiu 35% entre a semana passada e esta semana.

Até o momento, São Paulo já registrou 4.302.511 casos de covid-19 e 147.641 mortes em decorrência da doença. A ocupação dos leitos de UTI é de 32,86% no Estado e 38,65% na região metropolitana.

1 Comentário

Clique aqui para comentar