Estadão

Mitchell Ryan, ator de Máquina Mortífera, morre aos 88 anos

Mitchell Ryan, que interpretou um vilão general no primeiro filme Máquina Mortifera, um cruel empresário na série Santa Barbara e teve papéis na novela Dark Shadows e na sitcom dos anos 1990 Dharma & Greg, morreu na sexta-feira, 4. Ele tinha 88 anos.

Ryan morreu por uma falha congestiva no coração em sua casa em Los Angeles, disse sua enteada, Denise Freed, ao Hollywood Reporter. Robusto, com queixo de granito e uma vasta cabeleira, Ryan se tornou instantaneamente reconhecível na TV e nas grandes telas. Sua carreira durou mais de meio século, começando com um papel sem crédito no filme Thunder Road, de Robert Mitchum, em 1958.

Ele era um traficante de heroína que se transformava em general em Máquina Mortífera, um policial em Magnum Force e Electra Glide in Blue, e o conivente homem de negócios assassino Anthony Tonell na novela noturna Santa Barbara. Nos anos 1990, ele teve um papel duradouro como o excêntrico e bêbado pai de Greg em Dharma & Greg.

Ryan interpretou Burke Devlin na série cult dos anos 1960 Dark Shadows durante uma temporada, mas foi demitido por conta de seu alcoolismo.

Ryan reconheceu seus problemas com bebida em sua autobiografia de 2021, Fall of a Sparrow. "Sou abençoado por, após 30 anos como alcoólatra, ter conseguido viver uma vida de ator para ser invejada. E eu vivi uma grande parcela da vida real enquanto estava nisso", escreveu. "Sóbrio pelos próximos 30 anos, eu conto que consegui me livrar de tudo aquilo e sou um ser humano útil e bondoso".

Ryan teve papéis em muitos programas de TV e filmes, indo de High Plains Drifter, com Clint Eastwood, a Halloween: The Curse of Michael Myers. Ele também atuou no teatro, incluindo aparições na Broadway em Wait Until Dark, Medea e The Price.

"Ele foi um grande presente na minha vida", disse Kathryn Leigh Scott, que apareceu com ele em Dark Shadows, em uma postagem no Facebook. "Eu estimo minhas calorosas memórias à sua bela alma. Estou de coração partido".