Estadão

Para evitar novas Bucha, Kuleba pede mãe de todas as sanções contra a Rússia

O ministro das Relações Exteriores da Ucrânia, Dmytro Kuleba, pediu nesta terça-feira, 5, para que o mundo imponha a "mãe de todas as sanções" contra a Rússia, levando em conta evitar "novas Buchas", em uma menção aos alegados massacres cometidos pelo exército russo nos arredores de Kiev. Em seu Twitter, o diplomata escreveu que os países deveriam parar de comprar petróleo, gás e carvão da Rússia.

"Parem de financiar a máquina de guerra" do presidente Vladimir Putin, afirmou. "A economia russa – e sua guerra – pararia em questão de meses. Alguns meses apertando os cintos valem milhares de vidas salvas", disse Kuleba.

Na mesma rede social, o ministro escreveu hoje que a Rússia "deve desbloquear os portos marítimos ucranianos para permitir as exportações agrícolas para os mercados globais". Kuleba destacou os países árabes, e fez os comentários após encontro com um grupo de contato da Liga Árabe, união que conta com importantes importadores de produtos alimentícios ucranianos, como o trigo.