Economia

PIB industrial e de serviços fez Focus melhorar previsão

As projeções um pouco melhores para os setores industrial e de serviços para este ano é que levaram a estimativa para o Produto Interno Bruto (PIB) de 2014 mostrar leve melhora no Relatório de Mercado Focus, após 19 semanas consecutivas de redução das previsões. Conforme dados do site do Banco Central, a mediana das estimativas para a expansão da atividade este ano passou de 0,24% na semana passada para 0,28% agora.

Segundo esses dados, o PIB industrial seguirá em queda, mas menor do que a prevista no levantamento anterior. No período, a mediana das projeções do mercado passou de um tombo de 1,55% para um recuo de 1,45%. Nesse mesmo espaço de tempo, a mediana das estimativas para o setor de serviços subiu de 0,90% para 0,99%. Apesar de ser o setor de onde se espera o maior crescimento, a produção agrícola não contribuiu para essa melhora do PIB geral porque permaneceu com alta de 1,92% da semana passada para a atual.

Ainda de acordo com os dados do BC, o PIB geral subirá 1,00% no ano que vem; 2,30% em 2016 e 3,00% tanto em 2017 quanto em 2018. Em 2015, a expectativa é a de que a agricultura registrará expansão de 3,00%; a indústria, de 1,20%, e os serviços, de 1,50%. Já para 2016, os analistas contam com uma alta de 3,00% da produção do campo; de 2,50% do setor manufatureiro e de 2,50% do terceiro setor.