Estadão

Presidente do BC inglês defende passos mais cautelosos no aperto monetário

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Andrew Bailey, disse haver um debate sobre como abordar a política monetária e ressaltou que sua visão pessoal é a de que o BC inglês tome "passos mais cautelosos" no aperto de sua política.

Durante coletiva de imprensa, Bailey afirmou nesta quinta-feira que o BoE "não está atrás da curva" e que a decisão de mais cedo, de elevar o juro básico a 0,50%, foi apertada.

Bailey disse também que o fato de o BoE não ter elevado juros em novembro e ter deixado para anunciar seu primeiro aumento no mês seguinte, quando a taxa foi ajustada de 0,10% para 0,25%, não significa que a instituição precise "ir mais longe ou mais rápido agora".

Ele comentou ainda que o desemprego no Reino Unido está voltando aos níveis em que se encontrava antes da pandemia de covid-19, em meio à recuperação do mercado de trabalho.